segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Jovens expulsas de culto após se beijarem entram com ação contra Feliciano

 

Jovens expulsas de culto após se beijarem entram com ação contra Feliciano
Joana é retirada do culto | Foto: Reprodução/Facebook
Duas jovens expulsas de um culto evangélico ministrado pelo deputado federal e pastor Marco Feliciano (PSC-SP) após se beijarem ajuizaram uma ação de danos morais contra o parlamentar. Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, elas pedem uma indenização de R$ 2 milhões. Além de serem retiradas da cerimônia religiosa, realizada em São Sebastião em setembro de 2012, no litoral paulista, Joana Palhares, de 18 anos, e Yunka Mihura, de 20, foram presas. “Essas duas precisam sair daqui algemadas”, disse Feliciano, sob aplausos dos fiéis. A cena era assistida por meio de dois telões instalados no local. Joana e Yunka afirmaram que o beijo foi uma forma de protestar contra a pedofilia. De acordo com a assessoria de imprensa de Feliciano, ele está tranquilo. 

Descaso ou negligência



Poste danificado

Um poste situado na Avenida Castro Alves, nas proximidades da Praça do Bosque, está ameaçando a segurança de quem passa pelo local. Sem sustentação e destruído após um trágico acidente que matou uma adolescente, moradores reclamam da insegurança de terem suas residências próximas de um poste que está sem alicerce nenhuma.
Uma aposentada de pré-nome Maria (77 anos), afirma que se sente temerosa em ficar em casa. “Imagino que possa cair por cima das nossas casas ou até mesmo machucar uma pessoa que passe pela rua”, conta.
O poste foi danificado após a tragédia que vitimou a adolescente em novembro de 2014. Até o momento, não se sabe se é a negligência da Coelba ou descaso do Poder Público local que o “braço de luz” continua tirando o sossego dos moradores

Inscrições para o ProUni começam nesta segunda-feira (26)


 

 

 

O candidato que se inscreveu no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) também pode participar do ProUni
Agência Brasil
Começam nesta segunda-feira (26) as inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni). Os interessados em obter bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior podem fazer a inscrição até o dia 29 na página do programa.
O candidato que se inscreveu no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) também pode participar do ProUni, que oferece nesta edição 213.113 bolsas, sendo 135.616 integrais e 77.497 parciais. As bolsas são destinadas a 30.549 cursos e distribuídas por 1.117 instituições.
Para se inscrever, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 e obtido, no mínimo, 450 pontos na média das notas. Além disso, não pode ter tirado 0 na redação. Outra condição é ainda não ter diploma de curso superior.
As bolsas integrais são para estudantes que cursaram o ensino médio nas redes pública ou particular, na condição de bolsista integral. Também é necessário comprovar, por pessoa, renda bruta familiar até um salário mínimo e meio. Para as bolsas de 50% da mensalidade, a renda bruta familiar deve ser até três salários mínimos.
Professores do quadro permanente da rede pública de ensino, que concorrerem a cursos de licenciatura, também podem participar do ProUni. Nesse caso, não é necessário comprovar renda.
O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 2 de fevereiro. Os selecionados terão até o dia 9 para comprovar as informações nas instituições. A segunda chamada será no dia 19. Os candidatos não selecionados ainda terão a chance de participar da lista de espera nos dias 2 e 3 de março.
Veja a lista dos cursos com maior oferta de bolsas:
1. Administração – 22.050
2. Pedagogia – 15.562
3. Direito – 15.010
4. Ciências contábeis – 11.917
5. Engenharia civil – 8.405
6. Educação física – 8.181
7. Gestão de recursos humanos – 6.854
8. Enfermagem – 6.801
9. Psicologia – 5.307
10. Engenharia de produção – 5.284

domingo, 25 de janeiro de 2015

Ratos fazem a festa em posto de saúde


 

 

yuri silva
redacao@jornalmassa.com.br
O forte odor de chorume e a proliferação de ratos na praça do Alto das Pombas, provocados pelo vazamento em um compressor de lixo instalado no bairro, vêm incomodando e causando transtornos aos moradores.
Por causa de uma possível infestação de roedores, a Unidade de Saúde da Família da comunidade completou, ontem, cinco dias sem funcionar plenamente.
Apenas a distribuição de medicamentos, a medição de pressão arterial, a marcação de consultas médicas e os trabalhos externos estão sendo realizados.
Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o atendimento na unidade volta ao normal hoje.
Agentes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) farão uma vistoria no local, para verificar se há infestação de ratos. Caso a  hipótese seja confirmada, o prédio da unidade passará por um processo de dedetização.
De acordo com o morador Wilson Almeida, 59 anos, além de ratos, baratas e moscas se tornaram constantes no bairro após a instalação, há um mês, da caixa de compressão com vazamento.

Yuri Silva
redacao@jornalmassa.com.br

O forte odor de chorume e a proliferação de ratos na praça do Alto das Pombas, provocados pelo vazamento em um compressor de lixo instalado no bairro, vêm incomodando e causando transtornos aos moradores. Por causa de uma possível infestação de roedores, a Unidade de Saúde da Família da comunidade completou, ontem, cinco dias sem funcionar plenamente.
Apenas a distribuição de medicamentos, a medição de pressão arterial, a marcação de consultas médicas e os trabalhos externos estão sendo realizados. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o atendimento na unidade volta ao normal hoje. Agentes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) farão uma vistoria no local, para verificar se há infestação de ratos. Caso a  hipótese seja confirmada, o prédio da unidade passará por um processo de dedetização.
De acordo com o morador Wilson Almeida, 59 anos, além de ratos, baratas e moscas se tornaram constantes no bairro após a instalação, há um mês, da caixa de compressão com vazamento.
Projeto dá esperança

Solução alternativa ao problema, um projeto de educação em descarte de lixo, reciclagem e meio-ambiente – elaborado por alunos da Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia (Ufba) junto à Associação de Moradores do Alto das Pombas – poderá ser apresentado nos próximos dias à prefeitura. Segundo o presidente da entidade, Derval Pereira, levar a ideia até a gestão municipal só depende da aprovação dos moradores. “É um projeto sobretudo sobre educação ambiental”, diz.
Cheiro incomoda a todos

A reportagem tentou entrar em contato com a presidente da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb), Kátia Alves, mas não conseguiu até o fechamento. Devido ao problema, até missas na Paróquia Divino Espírito Santo,  na praça do Alto das Pombas, foram canceladas. Segundo o ministro da igreja, Joselito Souza, o cheiro incomoda os fiéis, o que impede a realização dos cultos. “O cheiro chega até na sacristia”, diz.
Mesmo com limpeza, fedor insiste em não sair do local

No meio da tarde de ontem, funcionários da Limpurb realizaram uma lavagem das ruas do bairro com um caminhão-pipa e detergente. Mesmo assim, o fedor de chorume persistiu. Na ocasião, técnicos da Diretoria de Atenção à Saúde da SMS também visitaram a unidade de saúde local. Segundo um deles, identificado à reportagem como Anselmo Campos, a Limpurb garantiu que trocaria a caixa de compressão quebrada por uma nova hoje e taparia o buraco aberto pelo chorume debaixo do equipamento de coleta. “O vazamento está sendo causado por causa de um problema na borracha de vedação da caixa”, explicou Campos.

 l Ag. A TARDE



publicidade

Uso ilegal do canabidiol pode causar até 15 anos de prisão

Publicada em 25/01/2015 10:07:53
Foto: Divulgação
Medicamentos que usarem o canabidiol serão controlados e precisarão de receitas para serem vendidos
O canabidiol, substância presente na maconha e que não possui efeito alucinógeno, foi liberado para fins medicinais e terapêuticos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na quarta-feira (14.01). 
Quando chegarem às farmácias, os medicamentos que usarem o composto serão controlados e precisarão de receitas para serem vendidos.
Segundo a Polícia Federal (PF), quem for pego comercializando ou adquirindo o produto ilegalmente, estará passivo de prisão em flagrante por tráfico de drogas com penas que variam de 5 a 15 anos de reclusão.
Nas próximas semanas, a Anvisa deverá irá expedir normas para que laboratórios possam fabricar medicamentos com a substância, além de uma resolução para facilitar a importação do produto. No Brasil, apenas um laboratório estrangeiro pediu o registro no órgão regulador para importar e comercializar um remédio com a matéria prima.
Apesar da exclusão do canabidiol da lista de substâncias proibidas no Brasil, o processo para importar produtos à base do composto em associação a outras substâncias derivadas da maconha permanece o mesmo e exige autorização excepcional da Anvisa. Além disso, o cultivo da planta continua proibido no Brasil.
Dentre os 17 países que já aprovaram substância da maconha para fins medicinais estão o Canadá, Estados Unidos, Inglaterra, Holanda, Espanha, Itália, Israel, Uruguai, Chile, Bélgica, Finlândia, França, Dinamarca, Romênia e Suíç

Rio tem 8º caso de bala perdida em uma semana

 
 
No Rio
O oitavo caso de bala perdida em uma semana foi registrado na manhã deste sábado, no Rio de Janeiro. A vítima é uma mulher ainda não identificada, atingida por um tiro no Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho (zona norte). Ela foi atendida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Irajá. Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Militar, facções rivais trocaram tiros no morro durante toda a madrugada. Às 9 horas, a polícia entrou na favela. A operação policial continua na tarde deste sábado, 24, e não há registro de presos.
A vítima levou um tiro de raspão na perna e está fora de perigo. Duas crianças morreram vítimas de bala perdida na última semana. Asafe William Costa Ibrahim, de nove anos, foi atingido na piscina de um clube na zona norte, no domingo, 18. Na véspera, Larissa de Carvalho, de 4 anos, não resistiu depois de ser baleada na cabeça quando saída com a família de um restaurante na zona oeste. Outra criança e quatro adultos foram feridos por balas perdidas entre o sábado, 17, e a sexta, 23, em bairros da periferia
Leia mais em: http://zip.net/bmqGbF

Mulher: se você sente dor durante o sexo precisa ler isto

 

 

Reprodução
Relação sexual dolorida pode atrapalhar relacionamento
Já ouviu falar de vaginismo? Sabe exatamente o que é? O problema feminino é uma das causas de dor no ato sexual, que pode influenciar muito na vida do casal e, consequentemente, na vida reprodutiva. Para tirar dúvidas sobre causas, tratamento e possibilidade de cura, o site "Terra" reuniu informações do ginecologista Eliseu Tirado, do Hospital Bandeirantes; da ginecologista, obstetra e especialista em reprodução humana Ana Lúcia Beltrame; e do ginecologista Fabio Laginha, da Clínica da Mulher do Hospital 9 de Julho. Confira:
O que é vaginismo?
 
Vaginismo é a contração involuntária dos músculos ao redor do orifício da vagina, causando dor, dificuldade e até impossibilidade de manter relação sexual, sem causa física, como explicou o ginecologista Tirado.
 
Quais são os sintomas de vaginismo?
 
“Contração involuntária dos músculos perineais (do assoalho pélvico), dificultando ou impedindo a relação sexual, dor na penetração, dificuldade em manipular a região genital”, listou a ginecologista Ana Lúcia.
 
O vaginismo está presente desde a primeira relação sexual ou é algo que se adquire?
 
O vaginismo pode acontecer desde a primeira relação sexual ou ser adquirido posteriormente. “O vaginismo primário, quando ocorre desde o início da vida sexual, está mais relacionado a um mecanismo psicossomático e, o secundário, que acontece depois de um período de relações normal, a uma experiência negativa real ou imaginária”, comentou o ginecologista Tirado.
 
Quais são as causas do vaginismo?
 
As causas não estão bem estabelecidas, mas provavelmente são multifatoriais. “Normalmente, está relacionado a questões emocionais e psicológicas decorrentes de tabus, educação rígida ou uma experiência sexual ruim”, informou a ginecologista Ana Lúcia.
 
Como é feito o diagnóstico do vaginismo?
 
“O diagnóstico do vaginismo é feito pelo histórico do paciente, exame clínico e por exames de imagem, se necessário, para afastar algum problema orgânico”, disse o ginecologista Tirado. “Devem ser excluídas outras causas de dispareunia (dor relacionada ao ato sexual), como endometriose, infecções vaginais e atrofia vaginal”, comentou a ginecologista Ana Lúcia.
 
Existe cura para o vaginismo?
 
Sim. Se seguir o tratamento, é possível alcançar a cura do problema. “Vejo como uma grande oportunidade de melhorar a comunicação, aproximação do casal”, comentou o ginecologista Laginha. 
 
Como é o tratamento do vaginismo? Quanto tempo dura?
 
O tratamento é multidisciplinar e pode envolver terapia sexual, fisioterapia com exercícios perineais, psicoterapia. “Alguns medicamentos como antidepressivos e ansiolíticos, bem como uso de toxina botulínica e géis anestésicos, podem ser usados no auxilio da terapia”, completou a ginecologista Ana Lúcia.
 
Terapia sexual é fundamental no tratamento de vaginismo?
 
Sim, a terapia sexual (exercícios e psicoterapia) é fundamental para orientar o casal. “O vaginismo não acontece apenas com a mulher, mas afeta o casal, portanto, sempre que possível, a abordagem deve ser feita em conjunto”, disse o ginecologista Laginha.
 
Como a toxina botulínica pode ajudar no tratamento?
 
A toxina botulínica pode auxiliar no processo porque impede a contração muscular. “Ela é aplicada nos músculos perineais envolvidos na anatomia vaginal. A aplicação é normalmente feita a cada seis meses, mas é importante salientar que o resultado do tratamento depende também de um acompanhamento psicológico e terapia sexual”, comentou a ginecologista Ana Lúcia.
 
Quais são as complicações do vaginismo?
 
“Dor local, mas que não se compara com a dor psicológica, medo, culpa e baixa autoestima. É uma perda emocional muito grande”, respondeu o ginecologista Laginha. “O vaginismo pode influenciar muito na vida sexual do casal e consequentemente na vida reprodutiva, já que as mulheres portadoras dessa condição não conseguem ter relação sexual”, completou a ginecologista Ana Lúcia.
 
É possível prevenir o vaginismo?
 
Sim. “O vaginismo, na grande parte das vezes, tem um fundo emocional muito importante relacionado à educação rígida, tabus e medos desenvolvidos durante a infância e a adolescência. Uma educação sexual saudável pode, muitas vezes, prevenir a doença”, explicou a médica Ana Lúcia.
 
Qual parcela das mulheres sofre de vaginismo?
 
“É muito difícil estimar essa queixa, pois as mulheres não falam e os médicos não perguntam. Estima-se que, em clínicas especializadas em disfunções sexuais, 5% a 42% dos tratamentos são por vaginismo”, comentou Laginha. “É uma condição rara. Cerca de 1% a 5% da população feminina pode apresentar essa doença”, comentou Ana Lúcia.
 
Vaginismo impossibilita ou atrapalha engravidar?
 
Sim, porque, em grande parte das vezes, a mulher não consegue manter relações sexuais, comentou Ana Lúcia. “Nessas situações, algumas recorrem a tratamentos de reprodução assistida”, completou a médica.
 
Como o parceiro pode ajudar quando a mulher tem vaginismo?
 
O parceiro deve participar do processo terapêutico, como informou Ana Lúcia. “Cabe ao parceiro melhorar a autoestima, relacionamento, ajudando no conhecimento do corpo e nos exercícios”, disse o ginecologista Laginha.
 
A masturbação ajuda a mulher com vaginismo?
 
Sim, “porque, por meio do toque e da masturbação, a mulher conhece mais seu próprio corpo, partes que lhe dão maior prazer”, afirmou a ginecologista Ana Lúcia. “Tanto para os homens como para as mulheres, a masturbação é um momento de autoconhecimento e faz parte do desenvolvimento da sexualidade”, comentou Laginha.
 
Vaginismo leva à falta de orgasmo?
 
O vaginismo necessariamente não leva à falta de orgasmo, como informou o ginecologista Laginha. “Muitos casais conseguem relações prazerosas com orgasmo, mas sem penetração”, completou o médico.
 
Dor no ato sexual pode estar ligada a quais outros problemas além do vaginismo?
 
“Existem inúmeras causas de dispareunia (dor relacionada ao ato sexual), como infecções, atrofia, malformações, falta de lubrificação, problemas urinários, intestinais e ginecológicos”, afirmou o ginecologista Tirado.
As informações são do Terra Mulher

 



Outras Notícias de Mulher

sábado, 24 de janeiro de 2015

"Eu não sou traficante. Sou um degustador da erva medicinal", diz Igor Kannário em entrevista



 

 

Durante conversa, co cantor disse que já está cansado dessa perseguição

Redação iBahia
Horas antes de ter sido novamente apreendido na BR-324 na noite desta quinta-feira (22) com cigarro de maconha, o cantor Igor Kannário participou do programa Universo Axé apresentado por Alex Lopes e deu declarações sobre a sua prisão no último dia 7 com 8 "dolões" de maconha, o equivalente a 30 cigarros de droga. Na entrevista, ele disse que já está cansado dessa perseguição.
"Eu não sou traficante. Sou um degustador da erva medicinal", diz Igor Kannário em entrevista
"Toda vez que eu estou fazendo meus shows, na véspera do carnaval, acontece algo. Eu sou um degustador da erva, que é uma erva medicinal, e que as pessoas têm como maconha. Mas eu digo às crianças que se espelham no Kannário: 'Não levem essa atitude. Peguem só o meu lado bom'. Eu não sou perfeito, o ser humano é falho. Mas pra me calar, vai ter que me matar. Como eu não devo nada a ninguém e também não tenho medo de morrer, vou continuar andando na rua novamente, vendo meus amigos. Eu não sou traficante, eu não sou um drogado. Eu sou simplesmente um favelado, que não teve a ajuda de ninguém. E isso incomoda. Eu sou vulnerável. Eu faço o que nenhum artista faz. Continua morando no mesmo lugar e ando normalmente. Me criticar, falar, armar. Todo mundo sabe. Se 'neguinho' está achando que vai encontrar envolvimento com narcotráfico, não vai. Já colocaram escuta no meu telefone e viram que eu não tenho ligação nenhuma com isso. Eu estou cansado disso.. Tem muita gente que fala: 'O Kannário dá ousadia'. Certas vezes eu estou dentro da minha casa 'nego' fala mal de mim na televisão. Então eu estou dando ousadia, é? Eu estou é incomodando. É diferente. Mas eu não estou aqui para ser inimigo de ninguém. Eu não estou aqui para ser Deus. Mas eu também não sou sozinho, velho. Eu não pedi para ser o que eu sou hoje. Foi o homem lá (Deus) que disse: Você vai ser o escolhido. Você vai ser o Kannário e que vai representar esse povo aqui. Agora, assuma seu pepino. A culpa não é minha. ", contou.
Anderson Machado de Jesus, 30 anos, nome verdadeiro de Kannário, e João Pedro Laurentino, 27 anos, foram detidos, por policiais na Rua Saldanha Marinho, na Caixa D’Água. Os dois foram levados à 2ª Delegacia por volta das 18h. Os dois estavam com cerca de oito dolões de maconha. Não foi informado até o momento se Kannário será autuado por algum crime. A polícia também pode entender que a droga era para uso pessoal dos dois detidos.
Parecido com a situação que aconteceu em 2013, Kannário afirmou que não sabe o que vai ser do seu carnaval deste ano. "Eu não sei do que vai ser do meu Carnaval. Até agora eu não sei se posso tocar. E nem sei o motivo se eu sou um artista da terra. Vou fazer com que os gringos venham para à cidade. Soube que tem gringo chegando aqui e perguntando: "Quem é o barril dobrado?". É Márcio (Psirico) que é o barril dobrado? É Léo Santanna que é o barril dobrado? É Xanddy que é o barril dobrado? O barril dobrado sou eu, Igor Kannário. Querendo ou não. Eu preciso de ajuda. Direitos Humanos, Corregedoria Pública, estão acabando com a minha carreira e dizem que sou eu. Estão acabando com o sonho de milhares de famílias (banda). Eu nunca vou parar. Só se eu ficar velhinho e não conseguir mais cantar ou ficar em pé. Para os meus fãs, as pessoas que não me conhecem...eu sou um cara do bem. Eu sou um ser humano. Muito melhor do que a maioria que me critica", disse.

No carnaval de 2013, Kannário foi cortado da festa por conta de uma possível briga judicial que envolveu ele e o empresário, na época, da banda A Bronkka, Beto Bonfim. Beto processou o cantor por quebra de contrato. Em nota, o bloco 'Apaxes do Tororo' que vinha anunciando a participação do cantor, disse que o motivo da exclusão de Kannário foi por conta de de uma decisão judicial que proíbe o mesmo de cantar e se apresentar em qualquer outra banda ou entidade carnavalesca que não seja a banda A Bronka.
O cantor também revelou um volta do bloco "As Muquiranas", onde ele teria sido convidado pelo cantor Márcio Victor para fazer uma participação. Kannário afirmou que os empresários alegaram que o motivo da suspensão teria sido o possível envolvimento com facção criminosa. "Eu queria pedir às Muquiranas desculpas. Eu jamais queria causar confusão para a Diretoria ou os foliões do bloco. Márcio (Psirico) também não quer causar problema nenhum. Queria dizer que foi cancelada a minha participação (feita por Márcio Victor) no bloco, e alegaram que facção poderia ir atrás do trio devido à minha canja com ele. Eu só tenho como colocar comida em casa com show. E isso mexe com tudo. Com os contratantes que acham que eu levo facção. Eu não tenho nenhuma ligação com isso. Quando eu nasci, a facção já existia, o tráfico já existia. Pelo amor de Deus", desabafou.

Acidentes de bicicletas preocupa a população

Em Santo Estevão é grande número de motos que rodam em no  município. Temos um serviços de motoboy funcionando  todos os dias. Também por aqui é grande o número de acidentes com estes  meio de transporte.  No  as Bicicletas também provocado alguns acidentes que tem deixado preocupado as pessoas    que trabalham com saúde.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Preço médio da gasolina será de R$ 2,905 a R$ 3,496; SP tem menor valor




 
 


  • Shutterstock
O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) divulgou no "Diário Oficial" da União desta sexta-feira (23), os novos preços de referência de combustíveis como gasolina, etanol e diesel nos 26 Estados e no Distrito Federal. Os preços, que são apenas referência, e não obrigatórios para os postos, passam a valer em 1º de fevereiro.
A nova tabela é divulgada quatro dias depois que o governo aumentou impostos incidentes sobre os combustíveis. Na segunda-feira (19), o novo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, anunciou a elevação do Pis/Cofins e a retomada da Cide, ambos encargos que recaem sobre combustíveis, o que causou elevação nos preços.
São Paulo tem o menor valor de referência da gasolina (R$ 2,905) e do etanol (R$ 1,914). O Acre tem a gasolina (R$ 3,4962) e o etanol (R$ 2,9802) mais caros.
Outros exemplos: no Rio de Janeiro, o preço de referência do litro da gasolina é R$ 3,265, e o do etanol, R$ 2,556. No Paraná, a gasolina custa R$ 3,05, e o etanol, R$ 2,10.
Esses preços não são necessariamente os cobrados do consumidor na bomba de gasolina. Servem de base para o recolhimento do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) feito pelas refinarias. O nome oficial é preço médio ponderado ao consumidor final.



Além da gasolina, a tabela  traz preços de referência para outros combustíveis, como querosene da aviação, etanol, gás natural veicular (GNV), gás natural industrial, óleo combustível, diesel e gás de cozinha.
O Conselho Nacional de Política Fazendária, que estabelece esses preços, é integrado pelos secretários de Fazenda, Finanças ou Tributação de cada Estado e Distrito Federal e pelo ministro da Fazenda.
Seu objetivo é evitar a guerra fiscal entre os Estados brasileiros, tentando estabelecer preços que equilibrem as situações regionais diferentes, considerando custos de produção e transporte de cada produto. Por isso em Estados onde há mais produção de etanol, como São Paulo, esse combustível é mais barato.

Leia mais em: http://zip.net/bmqF21

Farmácia Reis..Remédio a domicilio

Com pouco de um ano de instalada em Santo Estevão, a Farmácia Reis já é um diferencial  na  arte de  vender remédios.
Está  entregando a domícilio
O que na verdade é   uma coisa boa
Está localizada na avenida Rio Branco, bem perto do cemitério local.

Farmácia Reis

Império: Marta xinga José Alfredo de canalha e dá tapa na cara dele----

 

 

  -

A atriz Lilia Cabral na pele 
 Maria Marta (Lilia Cabral) vai virar uma onça quando encontrar José Alfredo (Alexandre Nero) pela primeira vez após a falsa morte dele em Império, novela das nove da Globo. A madame denunciará o esconderijo do marido para se livrar de ser obrigada a se casar com Maurílio (Carmo Dalla Vecchia). Ela irá à cadeia e implorará ao delegado para conversar com o comendador. "Seu filho da mãe, canalha, desgraçado", dirá a dondoca antes de dar uma tremenda bofetada nele.
O primeiro encontro dos dois após a farsa da morte do homem de preto, que foi ao ar no dia 18 dezembro, está previsto para ser exibido no dia 4 de fevereiro. Antes de partir para seu acerto de contas com José Alfredo, Marta vai chorar muito por ter feito uma denúncia anônima que resultará na prisão dele. Ela temerá que seu grande amor nunca a perdoe por tê-lo feito ir parar na cadeia. 
O roteiro entregue aos atores indica que Cristina (Leandra Leal) vai perceber algo de estranho na reação da madame quando ela avisar que José Alfredo está mesmo vivo e foi preso. A ex-camelô estará com o pai na hora da prisão dele no barracão da escola de samba Unidos de Santa Teresa. 
Antes disso, o telespectador ainda verá Marta mais uma vez tentanto falar desesperadamente com o comendador. Ela seguirá Maria Isis (Marina Ruy Barbosa) até o esconderijo do homem de preto, mas Antoninho (Roberto Bonfim) vai impedi-la de entrar no barracão de sua escola.
Súplica
Marta se reunirá com Cristina e seus filhos na Império das Joias para contar a todos que José Alfredo está mesmo vivo e foi preso pela Polícia Federal. Ela impedirá que Maria Clara (Andreia Horta), José Pedro (Caio Blat) e João Lucas (Daniel Rocha) corram para delegacia para ver o pai. A madame alegará que Merival (Roberto Pirillo) está acompanhando o depoimento de José Alfredo e que não adiantará eles irem passar calor e se acotovelar em uma sala de espera.
Sem avisar ninguém, ela irá até o local onde o comendador está detido e vai implorar ao delegado que permita que os dois conversem. "Eu lavei o corpo dele e o enterrei, delegado. Chorei por ele durante sete meses. E agora soube pela internet que ele estava vivo. E que foi preso! Justamente quando surgiu a oportunidade de eu rever o José Alfredo, ele é excluído da convivência social. Como se tivesse morrido novamente! É dor demais para mim. Não posso esperar até o dia da visita para perguntar a ele o que aconteceu, como foi que nós chegamos a esse ponto. Por favor, eu lhe imploro, e olha que não sou mulher de fazer isso: abre esta exceção, somente a mim... Me dá uma chance de falar com o meu marido! Por favor", argumentará a madame.
José Alfredo vai deixar claro que não está preparado para enfrentar a fúria da "imperatriz", mas o delegado permitirá que ela o veja por dez minutos. O capítulo terminará com a explosão de raiva de Marta ao ver o comendador, dando lhe um tapa na cara.

PM é baleado na cabeça durante assalto a Cesta do Povo, em Salvador

 

 

22/01/2015 17h16
O roubo aconteceu na Boca do Rio, na tarde desta quinta-feira. O soldado de 43 anos foi alvejado e agredido com coronhadas
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra


Um soldado da Polícia Militar foi baleado na cabeça durante um assalto na Boca do Rio, em Salvador, na tarde desta quinta-feira (22). O crime aconteceu por volta das 14h30, quando um grupo de assaltantes invadiu a Cesta do Povo que fica na Rua Professor Pinto de Aguiar.
De acordo com informações do Correio, a Central de Polícia informou que o militar, identificado como Davi da Cruz de Jesus, de 43 anos, foi atingido de raspão na testa durante a ação e foi agredido com coronhadas na cabeça.
Ainda de acordo com a publicação, o grupo fugiu após o assalto, e também roubou uma arma de calibre 380 e o colete a prova de balas do PM. Os assaltantes ainda não foram identificados e presos pela polícia.
O soldado Davi foi socorrido por uma viatura da 39ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Boca do Rio) para o Hospital Roberto Santos. O estado de saúde dele não foi divulgado pela instituição. 

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Medicina perde baiano Fernando Hoisel


 

 

  • Luciano da Matta | Ag. A TARDE
    Hoisel era conhecido por seu trabalho nas áreas nutricional e fitoterápica
Morreu na noite desta quarta-feira, 21, aos 65 anos, o médico baiano, natural de Ilhéus, Fernando Hoisel. O funeral ocorre na tarde desta quinta, às 16h30, no cemitério Jardim da Saudade, na capital (Brotas).
Profissional de vasto conhecimento nas áreas nutricional e fitoterápica, e de grande sensibilidade com o ser humano, Hoisel atuou durante mais de 40 anos. Além do trabalho clínico pioneiro na Bahia e no país, também atuou na condição de professor de muitos médicos e terapeutas.
Há cerca de três anos, ele foi diagnosticado de câncer no pulmão em estado avançado, e que teria poucos meses de vida, o que não se confirmou pois enfrentou a doença por muito mais que o tempo previsto pelos colegas.
A última entrevista de Fernando Hoisel foi concedida ao jornal A TARDE, em 16 de março de 2014.

Brasil 8 praia de nudismo











 

 

Segundo Renata Freire, presidente da Federação Brasileira de Naturismo, a atividade ainda precisa ser reconhecida como algo sério
 
Para quem é adepto do estilo totalmente natural, incluindo como o homem veio ao mundo, o Brasil conta com oito praias de nudismo. Uma delas é a praia de Massarandupió, que fica na Costa do Sauipe, litoral norte baiano. Por força de decreto ou lei municipal, elas são mesmo praia de nudismo.
Tomar banho nu em qualquer outro lugar pode ser considerado ato obsceno e a pessoa presa. Segundo Renata Freire, presidente da Federação Brasileira de Naturismo, a atividade ainda precisa ser reconhecida como algo sério.
Para os naturistas, a missão é zelar pela éticado naturismo - como não deixar ninguém fotografar ou observar banhistas ostensivamente. 
1 - Praia de Tambaba Conde-PB)
2 - Praia de Massarandupió (Costa do Sauipe-BA)
3 - Praia de Barra Seca (Linhares-ES)
4 - Praia Olho de Boi (Búzios-RJ)
5 - Praia de Abricó (Rio de Janeiro-RJ)
6 - Praia de Pinho (Balneário Camboriú-SC)
7 - Praia de Galheta (Florianópolis-SC)
 8 - Praia de Pedras Altas (Florianópolis-SC)